Movimento Ahimsa


__________________________________________

Mantra da Não-violência


(Quando se est√° firmemente estabelecido em N√£o Viol√™ncia – AHIŠĻāSńÄ – todos os seres √† nossa volta cessam de sentir hostilidade).
Pata√Ījali Cap.II, Vers.35

Conceito

O mundo se mobiliza em busca da paz. Chegamos num ponto em que a violência se espalha como praga por todos os setores da humanidade. Ela não escolhe país, religião, sexo, idade, profissão ou condição social atingindo indiscriminadamente qualquer pessoa.
Movimentos internacionais se multiplicam na esperança de encontrar a tão sonhada paz, porém, onde quer que o homem atue, lá estará a violência. Muitas vezes disfarçada pelo preconceito, pelo medo ou pelo ódio.
Há uma sensação de insegurança por toda parte: indivíduo, instituição, sociedade ou nação. Ninguém se sente seguro e ninguém concorda com ninguém.
Cada vez mais as pessoas querem se tornar superiores, possuir poder, autoridade. Assim, inventam e armazenam armas sofisticadas de defesa, deixam de ser moderadas, sinceras e dispostas a ajudar ao próximo. O resultado são atitudes agressivas que tem seu objetivo centrado apenas no próprio eu.
Sensação de abandono, raiva, sofrimento, culpa e medos, além, de exercerem influência no corpo, impedem a mente de usufruir sentimentos de paz e de amor tanto consigo mesmo como em relação aos demais.
Importante se faz perceber este processo e exercitar nossa mente consciente antes que sejamos esmagados, não apenas como vítimas, mas também, como perpetradores da exacerbação do ego e do aumento da violência.
Baseado no preceito y√≥guico de ‚ÄúAhimsa ‚Äď N√£o Viol√™ncia” a √©tica mais importante em todas as escolas de filosofia indiana, conseguimos experimentar os benef√≠cios de se ter a mente e o corpo tranq√ľilos e harmonizados entre si para detrimento da viol√™ncia, uma vez que, ela √© o reflexo de nossos desequil√≠brios pessoais.
Mas, a cura é possível! Trabalhando para que cada indivíduo se desenvolva como ser integral (corpo, emoção, mente e espírito) e perceba sua unicidade com o Todo, AHIMSA, YOGA e a MEDITAÇÃO destinam-se a promover a paz e o bem estar social de toda a humanidade.Para saber mais sobre a Antiguidade e a Sabedoria do Princípio de Ahimsa clique aqui.

Miss√£o do Programa AHIMSA ‚Äď N√ÉO VIOL√äNCIA

Utilizar o conhecimento e a vasta experi√™ncia do Centro de Estudos de Yoga Narayana na pr√°tica de Ahimsa – N√£o Viol√™ncia, para proporcionar uma metodologia de auto-transforma√ß√£o √† todas as pessoas e institui√ß√Ķes que estejam comprometidas em valorizar a √©tica, a aceita√ß√£o rec√≠proca e a paz como evolu√ß√£o para a Humanidade.
Para saber mais sobre o “Ahimsa como caminho para a Paz”, clique aqui.

O Movimento Ahimsa no Centro de Estudos de Yoga Narayana

Desenvolvido em nossa escola desde Agosto de 1981, por ocasi√£o do 1¬ļ Semin√°rio sobre N√£o-Viol√™ncia ocorrido em Itatiaia, no estado do Rio de Janeiro, sendo presidido pela Professora Maria Helena de Bastos Freire e coordena√ß√£o de Dr. Jayme Trigger.
O movimento chegou √† √ćndia em Junho de 1983, atrav√©s do Semin√°rio Internacional ‚ÄúAhimsa Awareness in Modern Society‚ÄĚ, promovido pelo YOCOCEN (International Yoga Coordination Centre) tamb√©m, fundado e presidido por Maria Helena. Teve grande repercuss√£o e seus resultados foram afian√ßados pelo Dalai Lama.
Para saber mais, clique aqui.

Em Agosto de 2010, o “Yoga pela Paz” homenageia Maria Helena de Bastos Freire, fundadora e diretora do Centro de Estudos de Yoga Narayana pelo seu trabalho e dedica√ß√£o ao conhecimento e as pr√°ticas do Yoga Tradicional Indiano no Brasil e no Mundo. Saiba mais.

Estratégias para a Prática de Ahimsa

– Campanhas educativas fazendo circular informa√ß√Ķes sobre Ahimsa e sua pr√°tica para o p√ļblico em geral.
– Aulas, Palestras, Workshops, Semin√°rios para p√ļblicos espec√≠ficos.
– Promover reuni√Ķes em grupo para discutir a aplica√ß√£o de Ahimsa na solu√ß√£o das situa√ß√Ķes do dia a dia, no relacionamento com familiares, amigos e advers√°rios.
– Estimular a amplia√ß√£o de contatos sociais e atividades de ajuda m√ļtua.
– Atuar junto √†s Organiza√ß√Ķes para desenvolver a consci√™ncia de Ahimsa ‚Äď N√£o-Viol√™ncia, em todos os n√≠veis e alcan√ßar meios de erradicar a viol√™ncia no trabalho, nos esportes e no lazer.
– Organizar concursos, eventos e apresenta√ß√Ķes culturais que estimulem a reflex√£o e a criatividade na aplica√ß√£o de Ahimsa.
РManter a tradição Narayana de oferecer a seus alunos estudos de textos clássicos e ensinamentos dos grandes Mestres para que sejam incorporados em sua própria vida.
РEncorajar nossos alunos a fazer exercícios adequados de mentalização e visualização, cultivar pratipaksha bhavana (pensamentos positivos em oposição aos negativos), adotar a vivência rotineira de Vairagya (desapego), inclusive de hábitos e tendências agressivas.
– Levar as pessoas, atrav√©s da pr√°tica da Introspec√ß√£o, a identificar e dissolver as sementes causadoras dos maus sentimentos, emo√ß√Ķes e paix√Ķes (Klesas) que provocam o medo a viol√™ncia.
РIncentivar a prática de Mantras, do Yoga e da Meditação na busca do auto conhecimento e da realização interior.
(Dado o poder e grau de destrui√ß√£o j√° alcan√ßado √© urgente e necess√°rio intensificar esta realiza√ß√£o interior com a finalidade de garantir a sobreviv√™ncia da humanidade e das condi√ß√Ķes de vida na Terra).


Publicado

em

por

Tags: